CASA Sri Aurobindo - Núcleo para o Livre Desenvolvimento da Consciência

A CASA Cursos Publicações Yoga Integral Biblioteca

 

XIV. O Princípio dos Trabalhos Divinos (01)

Este, então, é o sentido da doutrina de sacrifício do Gita. Seu pleno significado depende da ideia do Purushottama, que ainda não foi desenvolvido - nós o econtraremos exposto claramente apenas muito mais tarde nos dezoito capítulos - e, portanto, tivemos que antecipar, a qualquer custo de infidelidade ao método progressivo da exposição do Gita, esse ensino central. No momento, o Professor simplesmente dá uma indicação, apenas delineando essa presença suprema do Purushottama e sua relação com o Eu imóvel, no qual nossa primeira questão, nossa premente necessidade espiritual é encontrar nosso equilíbrio perfeito de paz e igualdade, alcançando a condição Brâhmica. Ele ainda não fala em termos estabelecidos do Purushottama, mas de si mesmo: "Eu", Krishna, Narayana, o Avatar, o Deus no homem que também é o Senhor no universo encarnado na figura do divino cocheiro de Kurukshetra. "No Self, depois em Mim", é a fórmula que ele dá, implicando que a transcendência da personalidade individual ao vê-la como um "devir" no Ser auto-existente impessoal é simplesmente um meio de chegar àquele grande segredo impessoal, que é assim silenciosa, calma e elevada acima da Natureza no Ser impessoal, mas também presente e ativa na Natureza em todos esses milhões de devires. Perdendo nossa personalidade individual inferior no Impessoal, chegamos finalmente à união com essa Personalidade suprema que não é separada e individual, mas que assume todas as individualidades.

Sri Aurobindo, Essays on the Gita, First Series - pg. 134

* * *

O Processo do Yoga Integral (24g)

Você verá que há um momento em que não se pode suportar a si mesmo ou a vida, a menos que se tome a atitude de que é o Senhor que é tudo. Veja, este Senhor, quantas coisas Ele possui, Ele brinca com tudo isso - Ele brinca, Ele brinca em mudar de posição. E assim, quando vemos isso, esse todo, sentimos a ilimitada maravilha, e que todas as nossas aspirações mais maravilhosas são todas possíveis e até superadas. Então se é consolado. Caso contrário, a existência ... é inconsolável. Mas assim, torna-se encantadora. Vou falar sobre isso um dia.

A Mãe, 18 maio 1966, 11, 37-40.

Uma compilação dos textos d´A Mãe e ensaios de Sri Aurobindo,
Paulette Hadgagy, Auroville.

▪ CASA Sri Aurobindo - Rua Senhora das Graças, 16 sala 110 - Cruzeiro ▪ Belo Horizonte - MG ▪

Início | A CASA | Cursos | Publicações | Yoga Integral | Biblioteca

casa_sri_aurobindo@yahoo.com.br
CASA Sri Aurobindo